fbpx
Infoprodutos: tipos e formas de lançamento

Infoprodutos

Infoprodutos: tipos e formas de lançamento

Jonathan Felizari
Escrito por Jonathan Felizari em 9 de setembro de 2020
Junte-se a mais de 5000 pessoas

Entre para a nossa lista e tenha acesso aos nossos conteúdos exclusivos!

Os infoprodutos são ferramentas completas que oferecem educação, auxiliam na resolução de problemas, disseminam informação. Mas também dão acesso ao bom, velho e necessário entretenimento.

Para os criadores de conteúdo, são produtos que estão em alta. Especialmente por conta das oportunidades de lucro que o mercado digital oferece para quem tem conhecimento para compartilhar sem sair de casa.

Esse tipo de produção tem tudo a ver com novo ramo econômico criado pelo avançado crescimento da internet. Os infoprodutos surgem para acompanhar o novo comportamento dos consumidores. E esse novo ambiente, gera impressionantes trocas entre cliente e criador.

Acompanhe os tópicos abaixo para sanar suas dúvidas sobre os tipos de infoprodutos, os formatos e os benefícios.

  • As principais vantagens dos infoprodutos
  • Como criar seu próprio infoproduto
  • Tipos de infoprodutos
  • Quais as formas de lançamento de infoprodutos

As principais vantagens dos infoprodutos

Os infoprodutos são produções que foram feitas para serem consumidas digitalmente. Portanto, utiliza-se texto, áudio ou vídeo. Esses produtos oferecem informação e conhecimento para variados tipos de públicos-alvo. Esse ponto é muito positivo e abre caminho para outras vantagens.

A primeira delas é a flexibilidade do trabalho. As pessoas navegam na internet por muitas horas e podem consumir conteúdos durante todo o dia. Então, a qualquer momento as vendas podem ocorrer. Ou seja, depois de divulgado seu produto, ele estará sempre pronto para ser adquirido.

Sabe aquela preocupação com estoque, com os cálculos de oferta e demanda ou o acúmulo de quantidades enormes de produtos? Pois com os infoprodutos essa questão não existe. Depois que você cria o infoproduto, a oferta dele pode ser ilimitada.

A burocracia é mínima. Primeiro que a taxa que você paga no processo de produção e divulgação não se compara ao lucro. Além disso, se você preferir, existem plataformas online que cuidam da venda, da entrega, da cobrança e de outras taxas.

E, finalmente, essa é também uma fonte de renda extra poderosa. Especialmente como enfrentamento da pandemia de covid-19. Seja como complemento ou como renda principal, essa opção tem ajudado muita gente. Sobretudo, por não exigir muitos recursos.

Como criar seus próprios infoprodutos

Os consumidores digitais geralmente estão sempre buscando novos produtos. Ou seja, isso os tornam rigorosos quanto a qualidade deles. Por isso, você deve criar um infoproduto realmente bom.

Em primeiro lugar, analise bem e decida sobre o que você vai produzir. O tema deve ser condizente com o que você gosta e domina.Mas também com o que o público-alvo quer saber. Resolvido o tema, pense bem sobre o formato do infoproduto. Leve em consideração o melhor para você e para sua clientela. Entre vídeo, áudio e texto, qual modelo mais agrada a persona que você deseja atingir?

A pesquisa é um fator que separa os criadores medianos dos bons. Afinal, você não é o único que viu na criação de infoprodutos uma grande oportunidade. É por isso que o melhor a se fazer é pesquisar o que outras pessoas estão falando sobre o tema que você pretende abordar. Sabendo disso e do feedback do público fica mais fácil aprimorar seu conteúdo. Ou seja, buscar um diferencial e relacionar com o gosto das pessoas para, então, produzir o melhor conteúdo que você puder.

Por fim, não meça esforços na imagem do seu produto. Independente do formato escolhido, a primeira impressão conta bastante na hora de atrair as pessoas. Se esforce na apresentação para que ela esteja impecável. Isto é, encantando e marcando o público.

Até aqui já vimos as vantagens e como criar um infoproduto, mas talvez você esteja em dúvida sobre o melhor formato para o seu material. Acompanhe a leitura para conhecer suas opções!

Tipos de infoprodutos

A lista dos tipos de infoprodutos é relativamente simples. Mas o processo de escolha precisa de atenção. Portanto, para decidir o melhor formato é preciso levar em conta qual (ou quais) deles seria mais útil para os consumidores. Mas também com qual você mais se identifica e tem mais domínio.

Para te ajudar nesse momento, listamos aqui os tipos desses produtos digitais:

Podcasts

Os podcasts são materiais em áudio que podem narrar histórias, realizar entrevistas, explicar uma matéria e contar casos. São ferramentas bem dinâmicas. Há várias formas de consumi-las. Em relação aos demais formatos elas são mais tranquilas de se consumir. Inclusive algumas pessoas escutam enquanto realizam outra atividade.

Videoaulas e cursos online

Já a videoaula é um recurso mais completo. Ele junta imagem e áudio. Ou seja, é ideal para quem precisa de demonstração e do gestual para absorver melhor as informações. Os cursos online também atraem bastante o público. Eles têm característica mais programada e educativa do que as videoaulas. Geralmente focam em temas específicos durante a programação.

Ebooks

Esse é o formato mais conhecido. Os ebooks são livros digitais e não contam com mecanismos audiovisuais. Entre os assuntos, encontramos desde um texto informativo até temas profundos. Por mais simples que seja o tema, ele deve ser retratado de forma rica. Ao se tratar de um formato simples e popular, ele precisa de muita qualidade para entreter o público.

Webinários

Os chamados webinars são eventos integralmente online. Depois de produzido, o material será gravado e editado digitalmente. Ou seja, ele vai se tornar um infoproduto. Em seguida, ele vai ser divulgado. Isto é, com a devida atenção para a qualidade do conteúdo e da gravação do evento.

Quais as formas de lançamento de infoprodutos

As formas de lançamento de infoprodutos não são excludentes. Isto é, você pode utilizar mais de uma se preferir. Tudo depende do seu produto e do seu objetivo. Confira e analise as principais formas abaixo.

Lançamento interno

Decerto, é a estratégia mais certeira e com maiores chances de lucro por se tratar de um lançamento direcionado para a própria base de contatos. Esses contatos já conhecem e aprovam seu trabalho.

Lançamento externo

A estratégia requer bastante investimento. Mas também, o lançamento é direcionado para pessoas além da base de contatos. O que é excelente em relação a ampliação de clientela. É recomendável que seja feito em paralelo ao lançamento interno.

Lançamento relâmpago

Esse tipo de lançamento são ideais para ofertas únicas com duração de 4 a 7 dias. O objetivo é fazer com que as pessoas adquiram o produto mais rapidamente e em troca o produtor cria uma recompensa como bônus, descontos e brindes.

Lançamento afiliado

Essa estratégia também tem curta duração e conta com a divulgação feita através de marketing de afiliados, ou seja, terceiros realizam a propaganda em troca de comissão a cada venda efetuada.

Lançamento semente de infoprodutos

Como o nome já sugere, nesse lançamento você planta uma semente para avaliar os frutos. O objetivo é atrair possíveis consumidores para entender os interesses e questionamentos deles. Isso vai gerar insights e permitir o aprimoramento do seu produto.

Lançamento perpétuo de infoprodutos

A estratégia consiste no relançamento de um infoproduto. Ele é usado para agregar as pessoas que começaram a fazer parte da sua base de contatos depois que você lançou seu material.

Naturalmente são muitas informações para assimilar, mas você pode contar com o meu auxílio em um programa que eu preparei justamente com essa finalidade: a Mentoria de Produto Digital. Entre agora em contato e veja o seu infoproduto crescer!

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *